30 de maio de 2011

Considerações sobre a adoração



No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura.
João 4:23

Ao longo do tempo o povo cristão foi acostumados a acreditar que toda música cantada na igreja era uma adoração. Isso gerou um mal muito grande: começamos a cantar músicas voltadas somente para nós, colocando Deus em segundo plano na nossa adoração. Soma-se isto a alguns dogmas que aprendemos e que foram passadas de geração a geração, até chegarmos ao ponto em que estamos.
É por isso que este artigo propõe uma conversa aberta sobre o que é a adoração verdadeira. Para manter o foco, vamos falar aqui apenas sobre adoração através de músicas.

Então, o que é adoração?

Adorar ao Senhor é engrandecê-lo pelo que ele é. É tirar o foco de nós mesmos e voltarmos nossa mente somente a Deus, cultuá-lo (afinal, este é o objetivo dos nossos cultos). 
O grande problema é que muitas músicas que cantamos em nossas igrejas hoje em dia não tem o foco em Deus, mas sim no homem! Cantamos muito pouco para engrandecer a Deus e muito para nossa própria edificação. Focamos os nossos cultos completamente em nós mesmos. Colocamos Deus em mera posição de espectador e "fonte de unção" dos nossos cultos, não como o centro de tudo.

Existe diferença entre louvor e adoração?

Didaticamente, sim. Existe diferença. Considera-se que louvar é engrandecer a  Deus pelo que ele faz e adorar é engrandecê-lo pelo que Ele é. Na prática, não faz diferença. Deus provavelmente não faz uma seleção do que é adoração e louvor, dando mais mérito a um do que ao outro. Então adore-o, louve-o, não importa qual nome você prefira dar a este ato.

O que eu pareço durante a adoração é importante?

Definitivamente: não. Se a gente começar a acreditar que aquele que canta dançando e de mãos levantadas está adorando mais do aquele que está sentado, de olhos abertos, cantando sem muita empolgação externa, nós provavelmente: (1) começaremos a julgar a adoração dos outros. Imagine! A adoração nem mesmo é direcionada a nós! Quem nos dá o direito de julgá-las? (2) Criaremos aparências de santidade. Algumas pessoas poderão se preocupar tanto em mostrar que estão adorando, que perdem o foco em Deus. (3) Aqueles que não adoram conforme o "padrão" poderão se sentir excluídas e erradas. 

Deus olha para o nosso coração! Ele não está interessado na nossa aparência de adoração, mas sim na nossa adoração pura e verdadeira. Então, se você se sente bem adorando em voz alta, dançando, pulando, faça-o para Deus. Se você prefere adorar sentado, de mãos abaixadas, olhos abertos, faça-o para Deus. 
Não julgue a adoração dos seus irmãos em Cristo!

O que cantamos no nosso dia-a-dia que não é adoração?

Toda música que tem a letra focada no homem. Músicas que falam sobre prosperidade, vitórias, lutas, persistência, e outros tipos do mesmo gênero. Cantar estas músicas NÃO é errado e muito menos pecado! Só que adoração é cantar para Deus sobre Ele mesmo, sobre o quanto ele é grande, maravilhoso, único, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, enfim. 

Outro tipo de música que talvez cantamos e que não é adoração são as músicas que nos fazem mentir. Músicas com promessas que não vamos cumprir, músicas que falam de experiências que na verdade não aconteceram conosco, músicas com letras - em sua maioria - tão bonitas mas, ainda assim, mentirosas.

Preste mais atenção nas LETRAS das músicas que você canta e menos no cantor, na gravadora, na melodia. A letra diz muito mais sobre uma música ser de adoração ou não do que outros fatores.

O que é adorar em Espírito e em Verdade?

Por isso, eu lhes afirmo que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: "Jesus seja amaldiçoado"; e ninguém pode dizer: "Jesus é Senhor", a não ser pelo Espírito Santo.
 (1 Coríntios 12:3 - NVI)

Conforme o versículo acima, ninguém pode glorificar o nome do Senhor se não for pelo Espírito Santo. Portanto, se você adora ao Senhor em verdade de coração, automaticamente você o está adorando em Espírito.

Então, o que faz uma adoração ser em espírito é que ela seja sincera, verdadeira. Se você está adorando ao Senhor de coração, sem exageros, sem mentiras, sem promessas falsas e com o foco voltado somente para Deus, Ele provavelmente estará muito feliz com sua adoração.



Adorar é algo tão simples e, ao mesmo tempo, de tanta importância.
Se você até hoje cantou músicas focadas em você mesmo pensando ser adoração, não se preocupe! Deus não te julgará por isto! Ele não leva em consideração o tempo em que você não conhecia a verdade.

Mas a verdade liberta!

Portanto, de hoje em diante, ao abrir a boca para cantar para Deus, verifique se o destinatário das suas músicas é realmente Ele, para que sua adoração não chegue ao lugar errado.

Uma adoração pura e verdadeira alegra o coração de Deus ao ponto d'Ele buscar por ela, como está escrito em João 4:23.

Comece adorando ao Senhor agora mesmo!



Espaço aberto para comentários.

 
  • Facebook
  • RSS
  • Delicious
Igreja Batista em Células em Papucaia | Histórico do site - Email - Arquivos e logotipos - Enviar informações
Conteúdo protegido sob licença Creative Commons BY-NC-ND 3.0 - Desenvolvido pela Ibecep com base em template de Web2feel.com